Postagens

Mostrando postagens de 2017

Minh'alma

A Bíblia foi aberta Minh'alma desperta Com Ele fico completa Sou liberta
--------------------------------------------------------------------------------------------
Tu és poderoso Tua palavra move montanhas Tu reinas sobre as nações E, mesmo assim, Tens tempo para mim
Tocas meu coração Ouves minha oração Me traz descanso
--------------------------------------------------------------------------------------------
Alegra minh'alma Contente fica meu ser Nada me separa de Ti Sei que estás aqui
Só quero Te buscar e Te amar E não vou me cansar
Tua Verdade me libertou Minha vida, transformou Para sempre Te darei louvor

Bendiga, minh'alma, o Senhor

Está tudo bem em não estar bem

Imagem
Está tudo bem em não estar bem. Eu não digo no sentido de alguma doença, mas sim no sentido de não parecer com o dito "normal". O bem. O estar sempre sorrindo, "de boas". Quando temos um relacionamento com Deus, não podemos fingir. Não podemos ser de mentira diante dEle. Ele sabe de tudo. Ele não quer que sejamos fortes diante dEle; Ele quer que sejamos dependentes e entregues. Como Ele vai trabalhar em nós todas as fraquezas, como Ele vai nos ajudar, se colocamos uma armadura quando vamos nos encontrar com Ele? Em Mateus 5:4 diz: Bem aventurados os que choram, pois serão consolados. É bom chorar. Chorar faz bem. E muitas vezes não é por uma situação específica, mas, simplesmente, porque queremos chorar. Não estou querendo dizer aqui que ficar com lacunas no coração, ficar triste, depressivo, é bom. Só que não precisamos ser fortes e estar bem o tempo todo. Sem ficar se comparando com as outras pessoas, sem ficar buscando os resultados quando ainda não trabalhamos …

Não é sobre bençãos; não é sobre nós. É sobre Ele.

Ao nos distrairmos do nosso alvo, muitas vezes temos a chance de errar nosso propósito de trabalhar, de fazer obras - quaisquer sejam elas. Nessas horas, tão cheios de nós mesmos, tão orgulhosos dos trabalhos falsamente nossos, nos deixamos levar por aquilo que está no nosso coração corrompido, não na vontade de Deus. Pensamos estar fazendo algo em prol do que acreditamos, quando na verdade estamos nos desviando do que queremos. Logo, ao nos darmos conta disso tudo, devemos perceber nossa fragilidade, e nosso orgulho tão descarado que, na verdade, nem deveria existir. Precisamos nos humilhar. Em seguida, precisamos ter o desejo de nos livrarmos de nós mesmos e nos enchermos daquele que é suficiente e preenche todas as lacunas do nosso coração. Daquele que é o nosso alvo.
Depois de refletir um pouco sobre o que é o Evangelho (é sobre Deus, sobre Jesus, sobre negar a si mesmo e ser como Jesus), me peguei observando e pensando sobre uma situação não muito rara: o fato de cristãos estare…

RESENHA - O Poder da Língua

Imagem
Primeiro, quero deixar bem claro aqui que não estou fazendo essa "resenha" (aspas porque o livro não tem bem uma história, apenas vou falar pontos que ele traz) com o propósito de converter alguém à minha religião (pois o livro é cristão) e também não quero julgar ninguém. Provavelmente muitos não vão concordar, por diversos motivos, com o que eu vou escrever, e está tudo bem! Faço, nos últimos meses, resenhas dos livros que eu leio, e não teria motivo para ser diferente com esse, que me fez refletir muito. Será uma resenha mais séria. Bom, eu falo demais. Falo em horas que não devo, falo coisas ruins por impulso, e gasto minha saliva discutindo coisas que nem são tão importantes (claro que acho o debate muito válido, mas enfim). O Poder da Língua, com base bíblica, me mostrou que temos que ter cuidado com o que sai da nossa boca.  "(...) Pois a boca fala do que está cheio o coração" Mateus 12:34 Esse versículo é extremamente importante. Falamos o que está dentro d…

RESENHA - Amor de Cordel

Imagem
"Eu sempre acreditei na existência de almas gêmeas e cheguei a pensar que havia encontrado a minha quando me casei. Mas depois de superar a dor da separação, percebi que gostaria de ter alguém que me fizesse sonhar novamente, que fosse capaz de despertar a paixão no meu peito."
Andrea Marques nos apresenta Carol, uma terapeuta ocupacional que passou por um divórcio - como diz no trecho acima - um tanto doloroso. No início do livro acompanhamos as mudanças na vida de Carol; ela, com certeza, está recomeçando tudo. Entre mudança de apartamento, começo de idas à academia e novas amizades, vamos acompanhando essa profissional de uma - por muitos - desconhecida área da saúde no seu iminente recomeço. Na clínica onde trabalha, a protagonista recebe um paciente especial, um amigo do seu chefe. Mas não, ele não é especial só por causa disso. Seus olhos cor de jade e a barba por fazer são pequenos detalhes que deixam o pacote da beleza completo. E não é só por causa da beleza que Ca…

RESENHA - Procura-se um Marido

Imagem
Pelo nome do livro, pode parecer só mais um romance qualquer. Porém, estaria muito enganado quem pensasse isso. Carina Rissi, além do - óbvio - romance, nos trás muita comédia, suspense, e cenas de tirar o fôlego. 
Alicia é uma garota órfã que foi criada desde cedo pelo rico avô, seu Narciso. Ela não trabalha, não liga para responsabilidades - aliás, nem conhece essa palavra -, e vive viajando pelo mundo as custas do avô. Mas um dia tudo muda. Alicia recebe uma ligação de Clóvis, braço direito de Narciso, dizendo que o senhor que ela tanto amava havia sido internado. A protagonista vai correndo ao hospital, mas já era tarde demais. Clóvis conta que Narciso tinha um aneurisma cerebral, mas que o avô escondeu isso de Alicia para ela não se preocupar com ele.  Ainda muito triste pela perda, mas contando com o apoio da sua melhor amiga, Mari, e da empregada da mansão em que morava, Mazé, Alicia ouve de Clóvis uma notícia bem desagradável: ela só poderá tocar na herança do avô se casar, e …

Reflexão sobre João 14

Passei a semana toda com um trecho desse capítulo na cabeça. Praticamente todos esses dias, eu abria a Bíblia e relia esse texto que tanto me marcou. Hoje li o resto e tudo fez ainda mais sentido. Bom, vamos começar pelo começo. No primeiro versículo, Jesus fala para o nosso coração não se perturbar. Já podemos perceber aí como a Bíblia é atemporal. Se desde aquela época já havia preocupações, que dirá agora no século XXI! Mas mesmo com todas as tribulações, não devemos ser ansiosos, nem ter o coração perturbado. (Voltaremos nesse assunto mais adiante) No versículo 5 Tomé pergunta a Jesus como podemos saber o caminho para onde Ele vai. Muitas pessoas buscam intensamente o caminho para Deus, para uma conexão com uma força maior, ou pelo menos para chegar a um certo nível de espiritualidade. Mas Jesus respondeu "Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, a não ser por mim". Então, Jesus é o único caminho para Deus. Quem conhece, acredita, segue, e ama Jesus, en…

Conversas da Madrugada

Eu digo oi e pergunto como você está

Você me responde, diz que deu uma volta acolá

Dividimos segredos

Contamos nos dedos

O número de horas que faltam

Para nos vermos


Conversa vai, conversa vem

Quietude

Mas, meu bem

Cadê a atitude?


Eu paro, penso, comparo

Grito por dentro, procurando amparo

Perdida nos meus próprios sonhos

Nós dois, risonhos


Um barulho me desperta

Me pego sorrindo olhando pra tela

Estou certa

É mais uma descoberta

RESENHA - Bela Redenção

Imagem
Depois de uma ótima experiência com Bela Distração, estava curiosa para o próximo livro dos Irmãos Maddox, Bela Redenção. Jamie McGuire nos apresenta Liis Lindy, uma agente do FBI - que me fez lembrar um pouco a Sandra Bullock em Miss Simpatia (amo) - que "fugiu" de Chicago por conta de um relacionamento horrivelmente chato. Liis, agora em San Diego, só quer saber de trabalho, assim como seu chefe, que também saiu muito abalado do último relacionamento. Na primeira noite dela na Califórnia, Liis vai a um bar e conhece Thomas. Depois de uma noite incrível, a agente deixa bem claro ao maravilhoso homem que conhecera que não estava emocionalmente disponível. No dia seguinte, a protagonista começa seu primeiro dia de trabalho. A princípio está se adaptando bem; fez uma amiga chamada Val, e está muito confiante de si mesma. Porém, quem é seu chefe?... Exatamente, Thomas! (também chamado de agente Maddox) E, para completar, os dois descobrem que moram no mesmo prédio. Após o choqu…

RESENHA - Bela Distração

Imagem
O livro é o primeiro da coleção dos Irmãos Maddox, um spin-off de Belo Desastre, da Jamie McGuire. Eu amei o livro! A escrita da autora flui e a narrativa é bem intensa (sem muita novidade se tratando dos irmãos Maddox... risos).
Cami é uma bartender no Red Door, e na sua noite de folga vai ao bar onde trabalha e leva sua amiga - com quem divide o apartamento. Trenton Maddox aparece por lá e a aborda, e assim os dois começam uma "amizade". O problema é que Cami tinha um namorado, que morava na Califórnia, e Trent deixava ela confusa em relação à esse namoro, afinal, as coisas entre os novos amigos era mais do que uma simples amizade. Entre a faculdade e o trabalho no bar, Cami tem problemas com a família, e para ajudar um de seus irmãos, ela começa a trabalhar no estúdio de tatuagem onde Trenton trabalha. Sua vida, junto com sua cabeça, está uma bagunça, mas estar com Trent parece tão certo... Será que Cami vai terminar com o namorado que não lhe dá a atenção necessária e d…

RESENHA - Você se lembra de mim?

Imagem
" - Ei, menina! Ei, bravinha! Amo você! Ela sorriu. Jogando-lhe um beijo com a mão, gritou:
- Al di là, meu amor. Al di là!"
Megan Maxell conta que o livro baseia-se na história de sua mãe, e ela quis dar um final feliz a essa história. O livro é dividido em duas partes: a primeira seria a juventude de sua mãe na Alemanha, nos anos 60; e a segunda, o suposto final feliz, já "atualmente". Eu não esperava essa divisão, mas adorei! Essa primeira parte conta a história de Carmen e Loli - duas irmãs com seus 20 e poucos anos - a partir do momento que saíram da Espanha e embarcaram num trem para a Alemanha. No meio da viagem, encontraram uma menina com mais ou menos a idade delas, Teresa, que iria para a mesma cidade que elas, e trabalharia na mesma fábrica. De cara ficaram amigas e, juntas, foram se acostumando com a vida na Alemanha. Um tempinho depois conhecem Renata, uma mulher alemã de personalidade forte, e as quatro vão formando uma grande amizade. Conforme a hist…

RESENHA - O Pequeno Príncipe

Imagem
O Pequeno Príncipe é um livro que eu já estava há um bom tempo querendo ler; quem já tinha lido me falava que era maravilhoso. Fui adiando e adiando, mas chegou uma hora que eu pensei "chega! É agora que eu leio esse livro!". Ah, e como foi bom! Mais do que bom... excelente, maravilhoso, fascinante! O autor conta a história com uma simplicidade encantadora, junto até com uma certa dose de humor, e os personagens apresentados e também as incansáveis perguntas do protagonista nos fazem questionar o que realmente importa na vida. Ler O Pequeno Príncipe dá vontade de sonhar, dá vontade de olhar e admirar as pequenas - belas - coisas que nos passam despercebidas no dia a dia.  Acredito que existe uma frase do livro em especial que podemos tirar uma importante reflexão: "O essencial é invisível aos olhos". Acho que a maioria das pessoas sabe disso, mas é sempre bom lembrar, né? O que realmente importa é quem somos por dentro e não por fora. Não podemos julgar alguém pela…

RESENHA - O Duque e Eu

Imagem
"- Eu amo você, Daff - disse ele baixinho. O coração dela começou a bater de novo, dessa vez com toda a força. - Ama? Ele assentiu, roçando o nariz no dela. - Não pude evitar."

O Duque e Eu foi o primeiro contato que eu tive com a Julia Quinn, depois de ouvir muitos elogios - com toda a razão - sobre a autora. O livro inicia nos dando uma noção de quem é Simon Basset, e já começa deixando os leitores com uma enxurrada de sentimentos dentro do peito. Depois, sempre com uma escrita bem-humorada, a autora nos coloca a par da família Bridgerton, e de como a sociedade funciona. Daphne, a protagonista da vez, é a quarta de oito filhos e, por mais que tivesse uma beleza razoável e fosse gentil e espirituosa, só atraía os homens errados (ou velhos demais, ou pouco inteligentes...). Então, após chegar de viagem, o charmoso e arrogante Simon, que também é o melhor amigo do irmão mais velho de Daphne, encontra sem querer com a moça. Eles tem um momento bem caliente, mas quando Simon se…

RESENHA - Prometida

Imagem
"Minhas convicções não mudaram; a diferença era que agora eu as expressava. Tinha liberdade para ser eu mesma. E para ser amada pelo mesmo motivo. Fora isso que aprendera com Lucas. Ele se apaixonara pela ilusão que eu representava, mas amara o meu verdadeiro eu."

Prometida é o quarto volume da série Perdida, da - maravilhosa - Carina Rissi. Em Perdida e Encontrada nós vemos tudo pelo ponto de vista da Sofia; em Destinado pelo ponto de vista do Ian; e agora em Prometida, pelo da Elisa. Eu já amava a personagem desde antes, achava ela um amor, um doce. Em Prometida nós vemos essa mesma doçura, mas com uma Elisa mais velha, crescida e cheia de si (o que foi muito bom).  Simplesmente amei voltar para esse mundo tão legal criado pela Carina! Alguns anos se passaram depois de Destinado, e Elisa se vê - quase - numa crise de identidade. Ela não sabe o seu lugar no mundo, por que tudo é como é, e também não está tão alegre como sempre fora. Mas, essa "tristeza" tem um nom…

RESENHA - Orgulho e Preconceito

Imagem
Tenho tanto a falar sobre Orgulho e Preconceito que nem sei direito por onde começar. Bom, o livro é um clássico que foi escrito pela MARAVILHOSA Jane Austen, e foi publicado em 1813, sendo seu segundo livro, e se passa na Inglaterra, onde Jane vivia. Apesar de ser antigo - SÉCULO XIX, GALERA! -, ele aborda temas muito atuais, mas que precisavam ser bem mais discutidos na época, como, por exemplo, a interferência da família e amigos nos relacionamentos. Outro tema polêmico - muito mais naquela época - é a diferença das classes sociais, e como elas podem separar cidadãos que, na verdade, são iguais, uns tendo mais dinheiro e status, outros menos. Um trecho que me chamou muita atenção foi esse, mais para o final do livro, em que Elizabeth (personagem principal) fala a Lady Catherine (tia do Darcy): "- Casando-me com seu sobrinho, eu não me consideraria deixando essa classe. Ele é um cavalheiro; eu sou a filha de um cavalheiro; assim sendo, somos iguais." QUE LACRE! Agora vamos …

O cachorro e o engravatado

Na última quarta-feira, eu estava andando até o ponto de ônibus com a minha mãe, para ir para casa. Um tempinho depois de chegarmos à parada, vimos um cachorro perambulando por ali. Falamos um pouquinho com ele e tal, mas logo ele se afastou, ficando ainda à nossa vista. Ficamos com uma certa pena do cachorrinho, pensando de quem ele seria, se estava perdido, ou se era um cachorro de rua. Minha mãe comentou comigo: - Ele não parece totalmente abandonado, não está tão magro para ser um cachorro sem dono. Então eu lembrei da cena que tinha visto poucos dias antes. Eu estava no ônibus, indo para o shopping, quando vi um cachorrinho - da mesma cor do que estávamos falando - atravessando a avenida - a mesma na qual estávamos - e quase, mas QUASE MESMO, sendo atropelado. Ao olhar aquilo, da janela do ônibus, me deu um desespero e uma peninha do bichinho que estava andando sozinho por uma rua bastante movimentada. Porém, minutos depois eu já havia esquecido o ocorrido, indo lembrar apenas e…

Sobre o amor

É "engraçado" como as pessoas têm uma ideia errada de Jesus. E é ainda mais engraçado que isso possa ser (parcialmente ou não) nossa culpa. Jesus nunca julgou ou segregou alguém. Mas o que fazemos, muitas vezes sem nem perceber? Julgamos e segregamos. Será que estamos vivendo aquilo que acreditamos? Será que estamos amando como deveríamos? Será que daríamos nossa vida por amor a alguém? O mundo está cheio de preconceitos e estereótipos. Porém, pelo menos quem é cristão, sabe que Deus não quer assim; não é desse jeito que funciona para Ele. Ele aceita todos, sem exceções. E se essa é a vontade de Deus, e queremos realizar essa vontade, devemos tratar todos igualmente. "Sobretudo, amem-se sinceramente uns aos outros, porque o amor perdoa muitíssimos pecados" (1 Pedro 4:8). Amar nossos familiares, nossos amigos, é fácil; são pessoas que gostamos. Mas, sendo isso fundamental, amar quem não conhecemos ou quem não gostamos muito... já complica. A questão é que sem o amo…