RESENHA - Prometida

"Minhas convicções não mudaram; a diferença era que agora eu as expressava. Tinha liberdade para ser eu mesma. E para ser amada pelo mesmo motivo. Fora isso que aprendera com Lucas. Ele se apaixonara pela ilusão que eu representava, mas amara o meu verdadeiro eu."

Prometida é o quarto volume da série Perdida, da - maravilhosa - Carina Rissi. Em Perdida e Encontrada nós vemos tudo pelo ponto de vista da Sofia; em Destinado pelo ponto de vista do Ian; e agora em Prometida, pelo da Elisa. Eu já amava a personagem desde antes, achava ela um amor, um doce. Em Prometida nós vemos essa mesma doçura, mas com uma Elisa mais velha, crescida e cheia de si (o que foi muito bom). 
Simplesmente amei voltar para esse mundo tão legal criado pela Carina! Alguns anos se passaram depois de Destinado, e Elisa se vê - quase - numa crise de identidade. Ela não sabe o seu lugar no mundo, por que tudo é como é, e também não está tão alegre como sempre fora. Mas, essa "tristeza" tem um nome: Lucas Guimarães. Não é que o cara por si só seja o motivo desse descontentamento, mas sim a situação que os dois se meteram anos antes: depois de se aproximarem um pouco mais, Lucas e Elisa se beijaram num baile, o que não era bem visto pela sociedade - para quem não sabe, o livro se passa no século XIX. Ian, irmão mais velho de Elisa, viu tudo e meio que obrigou os dois a se casarem. Então, com um pedido fajuto, o casal ficou noivo, sem mais nem menos. O livro vai intercalando esse passado com o presente, e a autora vai explicando toda história, e como eles chegaram ao ponto de brigar constantemente - isso quando se falavam -, afinal o casal, assim que se conheceu, se dava super bem e, antes de tudo, eram muito amigos.

De início eu queria logo que os dois se encontrassem e começassem a se entender, mas em seguida vi o quanto essa explicação sore tudo que aconteceu era necessária para a história. Assim que começa o livro já vêm um bocado de treta, e eu fiquei realmente impressionada com isso. Mas me irritou bastante o mimimi dos dois... AI, CARAMBA, SE ENTENDAM LOGO, VOCÊS SE AMAM!!, era o que eu pensava - e ainda penso. Mas, com o tempo, o casal da vez foi se entendendo, dialogando e compreendendo o ponto de vista de cada um. Apesar de todas essas tretas e explanações, a história dos dois foi muito bem construída, e ver em alguns momentos o Ian e a Sofia foi TUDO DE BOM! E, além do romance, a Carina colocou um pouco de mistério/suspense, que só foi se resolver no final do livro, o que foi ótimo! (Porém, me senti meio burra por não ter ligado os pontos, tava tudo tão na cara!)
Enfim, o livro é maravilhoso, por mais que eu tenha demorado um pouquinho para terminar. A escrita da autora é sempre excelente, e nos faz ver e viver a história de um jeito muito bacana. Ela também aborda a "adoção" com uma sutileza impressionante. A narrativa faz a gente sentir uma mistura de emoções, mas no final a única que fica é a felicidade, junto com o amor por todos - ou quase todos... - os personagens. Bem que a série podia continuar para sempre, né?!

Comentários

  1. Amei a resenha. Li apenas perdida e encontrada, esse dai ta na lista. Não consigo parar de ler os livros dessa autora, é viciante. Que bom que curtiu a leitura! Beijos, Yasmim!

    Blog: http://literarte.blog.br/
    Insta: instagram.com/blogliterarte
    Twitter: twitter.com/yasmimsaks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Sim, a escrita da Carina Rissi flui demais!! Beijão!

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O segredo do amor próprio - Feliz Dia da Mulher!

RESENHA - O Poder da Língua

Minh'alma