segunda-feira, 1 de maio de 2017

Conversas da Madrugada

Eu digo oi e pergunto como você está

Você me responde, diz que deu uma volta acolá

Dividimos segredos

Contamos nos dedos

O número de horas que faltam

Para nos vermos


Conversa vai, conversa vem

Quietude

Mas, meu bem

Cadê a atitude?


Eu paro, penso, comparo

Grito por dentro, procurando amparo

Perdida nos meus próprios sonhos

Nós dois, risonhos


Um barulho me desperta

Me pego sorrindo olhando pra tela

Estou certa

Estou completa

Estou liberta

Nenhum comentário:

Postar um comentário