segunda-feira, 1 de maio de 2017

Conversas da Madrugada

Eu digo oi e pergunto como você está

Você me responde, diz que deu uma volta acolá

Dividimos segredos

Contamos nos dedos

O número de horas que faltam

Para nos vermos


Conversa vai, conversa vem

Quietude

Mas, meu bem

Cadê a atitude?


Eu paro, penso, comparo

Grito por dentro, procurando amparo

Perdida nos meus próprios sonhos

Nós dois, risonhos


Um barulho me desperta

Me pego sorrindo olhando pra tela

Estou certa

Estou completa

Estou liberta